Image
Economize R$890,00!

COMBO – Planejamento Tributário Especial

R$1.680,00 R$790,00

Parcele em até 6x de R$131,67

Descrição

 
Após a confirmação do pagamento, o aluno terá um prazo de acesso ao curso por 90 diaspodendo neste tempo:
  • Acessar as vídeo-aulas quantas vezes achar necessário;
  • Efetuar o download do livro didático e materiais complementares;
  • Tirar dúvidas via e-mail;
  • Emitir certificado.

Obs: Consultar guia “Dúvidas Frequentes” para maiores informações.


* CARGA-HORÁRIA: 100 horas

A carga horária total do curso é compreendida entre:

  • Vídeo-aulas gravadas; (Aprox. 15 horas de vídeo gravado)
  • Livros didáticos; 
  • Materiais complementares;
  • Plantão tira dúvidas.

* Acesso ao curso: Liberação imediata via e-mail após a confirmação do pagamento;
* Certificado: O certificado de conclusão será emitido diretamente pelo aluno em formato PDF após obtenção de 75% de aproveitamento do curso mediante a realização de uma avaliação.

  • Composição do Balanço Patrimonial;
  • Aproveitamento de créditos e duplicatas não recebidas
  • Como simplificar o controle e inventário do estoque e sua valoração com economia tributária;
  • Como avaliar bens do ativo imobilizado e potencializar a sua depreciação; Classificação de dívidas tributárias e sua dedutibilidade;
  • Levantamento e classificação do passivo oculto objetivando reduzir a base de cálculo de tributos, momento para sua contabilização;
  • Despesas ocultas não contabilizadas e que podem ser dedutíveis;
  • Regime Tributário PIS e COFINS – como pagar menos;
  • Planejamento tributário utilizando as contas de créditos a receber;
  • Planejamento tributário visando à depreciação do ativo imobilizado;
  • Planejamento visando à amortização de bens do intangível;
  • Aproveitando os tributos retidos;
  • Dedução de despesas e custos pelo regime de competência que irão diminuir o lucro tributável;
  • Contabilizando o passivo oculto;
  • Apropriando fornecedores pelo regime de competência;
  • Dedutibilidade dos tributos quando não pagos ou parcelados e o seu reflexo no ir e na csll;
  • Aproveitando o novo refis para diminuir a tributação;
  • Técnicas contábeis para reduzir o IRPJ e CSLL;
  • Mudanças nas Leis 11.638 e 11.941 para o fechamento do balanço;
  • Adições e exclusões Lalur – Como apurar o lucro real: trimestral x estimativas mensais;
  • Dúvidas e soluções relativas à mudança do Presumido e Simples para o Lucro Real.

  • Sistemática de não-cumulatividade do PIS e COFINS – método subtrativo indireto: totalmente diferente da sistemática de não-cumulatividade do ICMS e IPI e seus reflexos com relação aos créditos
  • Interpretação e aplicação da norma de não-cumulatividade do PIS e COFINS
  • Aproveitamento de Créditos relativos a insumos (queijos, farinhas, mão-de-obra, limpeza,etc.) utilizados na fabricação de pães, rotisseria; bolos, salgados e outros
  • Créditos relativos a insumos ligados ao açougue
  • Como minimizar o aumento do custo do PIS e COFINS em função das Leis 12.059/2009 e 12.350/2010 – relativo a comercialização de carnes de aves, suínos e bovinos (crédito presumido) através do Planejamento Tributário
  • Aproveitamento de Créditos provenientes a sacolas, vasilhames, fretes, combustível e peças utilizados no serviço de entrega de mercadorias
  • Aproveitamento de Créditos relacionados aos Centros de Distribuições e Logística
  • Créditos relacionados ao fornecimento de refeições e restaurante (alimentos in natura, hortifruti, etc.)
  • Como averiguar/conferir se mercadorias à alíquota zero não estão sendo tributadas indevidamente, já que mais de 50% (quantitativa e não valorativa) dos produtos comercializados em Super/Hiper têm alíquota zero
  • Aplicação extensiva na interpretação de produtos tributados à alíquota zero
  • Principais produtos à alíquota zero comercializados em Supermercados e Hipermercados
  • Influência da Contabilidade de Custos, quando segregadas atividades, para o aproveitamento de créditos tributários
  • Créditos admitidos na compra de insumos isentos e sem pagamento do Pis e Cofins
  • Créditos admitidos na compra de insumos destinados a vendas isentas, com suspensão, não incidência e não tributados
  • Créditos na revenda de mercadorias de incidência monofásica ou substituição tributária
  • Créditos de optantes do Simples Nacional

SEÇÃO 1 – Não cumulatividade do PIS e da COFINS
SEÇÃO 2 – Créditos admitidos – Alíquota zero, suspensão, isenção e não incidência
SEÇÃO 3 – Crédito integral – Compra de optante pelo Simples Federal
SEÇÃO 4 – Interpretação da lei
SEÇÃO 5 – PIS e COFINS – Créditos

  • Comitê de estudos e controles tributários
  • Leis 10.833 e 10.637
  • Vedações gerais ao crédito
  • Art 3º e parágrafos da lei 10.833
  • Não há estorno de crédito
  • Art 3º, inciso II – Transporte na aquisição de insumos
  • Fretes próprios
  • Manual EFD – PIS/COFINS
  • Transportes entre estabelecimentos – Custo de aquisição

SEÇÃO 6 – Insumos

  • Créditos de PIS e COFINS
  • Prestação de serviços

SEÇÃO 7 – Custo e Despesa Administrativa

  • Insumos – CARF
  • Insumos – STJ
  • Aplicação na atividade produtiva
  • Insumos – TRF-4

SEÇÃO 8 – Combustível e lubrificantes
SEÇÃO 9 – Serviços subcontratados
SEÇÃO 10 – Gastos com a comunicação e CARF

  • CARF
  • Seguros de carga
  • Escolta e satélite – direito ao crédito
  • Direito ao crédito
  • Carga e descarga
  • Crédito presumido – 75% – Créditos sem pagamento à autônomos – RPA
  • Aquisição de serviço transporte – Optante pelo simples – 100%

SEÇÃO 11 – Crédito PIS e COFINS sobre combustíveis, gás GLP e manutenção de empilhadeiras
SEÇÃO 12 – Crédito PIS e COFINS de material de limpeza, desinfecção e uniformes
SEÇÃO 13 – Crédito PIS e COFINS de frete, serviços de terceiros, aluguéis, lubrificantes e combustíveis
SEÇÃO 14 – Crédito PIS e COFINS sobre Oficinas, estocagem, armazenagem e transporte
SEÇÃO 15 – Crédito PIS e COFINS sobre carregamento, armazenagem e transportes – importação
SEÇÃO 16 – Crédito PIS e COFINS na Indústria de madeiras
SEÇÃO 17 – Crédito PIS e COFINS de fretes, combustíveis, peças, pneus e pedágios
SEÇÃO 18 – TRF-4 – Tratamento de afluentes
SEÇÃO 19 – Crédito PIS e COFINS sobre resíduos industriais e EPI
SEÇÃO 20 – Créditos sobre folders e ferramentas
SEÇÃO 21 – Crédito PIS e COFINS sobre paletes, estrados, ripas e etiquetas
SEÇÃO 22 – Créditos sobre manutenção de benfeitorias
SEÇÃO 23 – Julgado TRF-4 – Crédito sobre insumos de serviços de montagem
SEÇÃO 24 – Crédito de recuperação
SEÇÃO 25 – Pedágio – Lei 10.209/2001
SEÇÃO 26 – Crédito sobre imobilizado
SEÇÃO 27 – Intangível – Marcas e patentes – Fundo de comércio
SEÇÃO 28 – Crédito de PIS e COFINS – Todos os setores da empresa
SEÇÃO 29 – Importância da contabilidade de custos

  • Desconto relativo aos estoques
  • Compensação – Saldo credor sem usar PERCOMP
  • Compensação através do PERDCOMP
  • SELIC – Atualização

SEÇÃO 1 – Não cumulatividade do PIS e da COFINS
SEÇÃO 2 – Não há estorno de créditos
SEÇÃO 3 – Não cumulatividade do PIS e da COFINS
SEÇÃO 4 – Frigoríficos

  • Bovinos
  • Crédito presumido de exportação
  • Créditos presumidos especiais
  • Aves e suínos
  • Caprinos, ovinos e peixes

SEÇÃO 5 – Insumos

  • Créditos de PIS e COFINS

SEÇÃO 6 – Custo e Despesa Administrativa

  • Contabilização de vendas de mercadorias e serviços
  • Insumos – CARF
  • Insumos – STJ
  • Aplicação na atividade produtiva
  • Insumos – TRF-4

SEÇÃO 7 – Combustível e lubrificantes
SEÇÃO 8 – Crédito PIS e COFINS sobre combustíveis, gás GLP e manutenção de empilhadeiras
SEÇÃO 9 – Crédito PIS e COFINS de material de limpeza, desinfecção e uniformes
SEÇÃO 10 – Crédito PIS e COFINS de frete, serviços de terceiros, aluguéis,lubrificantes e combustíveis
SEÇÃO 11 – Crédito PIS e COFINS sobre Oficinas, estocagem, armazenagem e transporte
SEÇÃO 12 – Crédito PIS e COFINS sobre carregamento, armazenagem e transportes – importação

  • Frete na transferência de insumos

SEÇÃO 13 – Crédito PIS e COFINS na Indústria de madeiras
SEÇÃO 14 – Créditos de insumos de mineração
SEÇÃO 15 – Crédito de combustível, lubrificantes, empregados, frota própria
SEÇÃO 16 – Crédito PIS e COFINS de fretes, combustíveis, peças, pneus e pedágios
SEÇÃO 17 – Embalagens – frete na aquisição de insumos – frete na venda
SEÇÃO 18 – TRF-4 – Tratamento de afluentes
SEÇÃO 19 – Crédito PIS e COFINS sobre resíduos industriais e EPI
SEÇÃO 20 – Créditos sobre folders e ferramentas
SEÇÃO 21 – Crédito PIS e COFINS sobre paletes, estrados, ripas e etiquetas

  • Créditos sobre manutenção de benfeitorias
  • Créditos sobre terraplanagem, estradas e plantio

SEÇÃO 22 – Julgado TRF-4 – Crédito sobre insumos de serviços de montagem
SEÇÃO 23 – Crédito de recuperação

  • CARF complementa soluções de consulta da RFB sobre créditos PIS e COFINS

SEÇÃO 24 – Gastos com frota própria
SEÇÃO 25 – PIS e COFINS – Créditos de insumos

  • Depreciação do maquinário industrial
  • Frete nas vendas
  • Revenda de mercadorias
  • Conclusão

SEÇÃO 26 – Compensação ou ressarcimento de PIS e COFINS

SEÇÃO 1 – Restituição de PIS e COFINS – Alíquota Zero, Suspensão e Isenção

  • PIS e COFINS – Créditos – Lei 10.833- Art. 3º e 10.637
  • Direito à compensação e restituição – Base legal
  • Direito ao crédito – Soluções de consulta
  • CARF – Manutenção de créditos – art. 17 da lei 11.033/04 – quando a venda é desonerada
  • Doutrina
  • Créditos admitidos – Produtos vendidos, Alíquota Zero, Suspensão, Isenção e não incidência
  • PIS e COFINS – Crédito, frete e vendas
  • Doutrina – Manutenção de créditos – art. 17 da lei 11.033/04 – quando a venda é desonerada

SEÇÃO 2 – Não há estorno de créditos
SEÇÃO 3 – Não cumulatividade do PIS e da COFINS
SEÇÃO 4 – Agroindústria – Arroz

  • Cerealista – Definição
  • Indústria de beneficiamento – Definição
  • Subprodutos e sua tributação PIS e COFINS na venda
  • Produtos industrializados – direito ao crédito presumido
  • Soluções de Consulta

SEÇÃO 5 – Cerealistas
SEÇÃO 6 – Agroindústria de trigo, milho e mandioca
SEÇÃO 7 – Laticínios
SEÇÃO 8 – Frigoríficos
SEÇÃO 9 – Complexo Soja
SEÇÃO 10 – Sementes, corretivos, defensivos, sêmens e embriões
SEÇÃO 11 – Distribuidoras de combustíveis
SEÇÃO 12 – Usina de álcool e açúcar
SEÇÃO 13 – Ração para aves e suínos
SEÇÃO 14 – Café
SEÇÃO 15 – Cooperativas
SEÇÃO 16 – Exportações em geral
SEÇÃO 17 – Supermercados, distribuidora de produtos farmacêuticos e farmácias
SEÇÃO 18 – PIS e COFINS – Créditos de insumos
SEÇÃO 19 – Compensação ou ressarcimento de PIS e COFINS

 
  • Cursos Online PIS e COFINS (Transportadoras, Supermercados e Frigoríficos)
  • Restituição do PIS e COFINS das Agroindústrias Arrozeiras, Supermercados, Transportadoras, Frigoríficos, Indústrias e empresas que querem mudar do lucro presumido para o Lucro Real.
  • Esses créditos são adiantados perante os fornecedores de frete, energia elétrica, ativo imobilizado, insumos, embalagens, etc.
  • Revisar e verificar os créditos não aproveitados para fins de PIS e COFINS nos estabelecimentos industriais nos últimos 05 anos, de acordo com a jurisprudência administrativa (Conselho de Recursos Fiscais) e Jurisprudência dos tribunais.
  • Ressarcimento desses créditos para compensação com IRPJ, CSLL, INSS (ex-funrural) e débitos vencidos da Receita Federal.
  • Gerar um estoque de créditos tributários para compensações futuras.

 

  • Online PIS e COFINS nas vendas tributadas à Alíquota Zero, Suspensas ou Isentas
  • Este curso visa a restituição e a compensação do PIS e COFINS Alíquota Zero, Suspensão e isenção das empresas optantes pelo lucro real, sistemática não cumulativa prevista nas Leis 10.637/02 e 11.833/03.
  • São valores pagos ao percentual de 9,25% sobre fretes inseridos no transporte, depreciações, armazenagem, energia elétricas e outros. Que devem ser ressarcidos pois são adiantados por ocasião do pagamento ao fornecedor (tributados na compra).
  • Assim, como exemplo, sobre uma carga de arroz transportada por terceiros, em que a empresa assume o pagamento do mesmo, no valor R$ de 10.000,00, poderá restituir ou compensar PIS e COFINS no valor de R$ 925,00.
  • Por mais, que as vendas sejam suspensas, isentas, não tributadas e tributadas à alíquota zero, a Lei 11.033/04 permite a manutenção dos créditos, mesmo com saídas sem tributação.
  • No mesmo sentido, a Lei 11.116/05 determina que o crédito da Lei 11.033/04 pode ser restituído através da compensação IMEDIATA com o IRPJ, CSLL e outros, bem como poderá ser ressarcido em numerários (processo em torno de 05 anos).

 

  • Contadores, Advogados, Assistente Fiscal/Tributário/Contábil, Auditores, Administradores, Diretores, Sócios e demais interessados a agregar conhecimento sobre mais formas de economia tributária através do planejamento.

  • PROF. PAULO HENRIQUE TEIXEIRA

Contador, Auditor, Advogado Tributarista, Consultor de empresas de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Coordenador Técnico dos sites Portal de Auditoria, Valor Jurídico, sócio administrador da Maph Auditoria Assessoria Empresarial e Clínica Tributária, Autor de vários Livros e Obras Eletrônicas, entre as principais: Créditos de Pis e Cofins, Contabilidade Tributária, Auditoria Tributária, Blindagem Fiscal e Contábil, Como Calcular o IRPJ – Lucro Real, Defesa do Contribuinte em Autuação Fiscal, Fechamento de Balanço com Economia de IRPJ e CSLL, IPI – Teoria e Prática.


– Como faço para adquirir o curso?

  • Parcelamento em até 6x sem juros nos cartões de crédito via Cielo (aceita as principais bandeiras);
  • Boleto à vista com 5% de desconto, com vencimento de três dias após a data de emissão.

– Quando posso iniciar meu curso? 

  • Após a confirmação de pagamento os dados de acesso a plataforma EAD são encaminhados diretamente ao aluno no e-mail fornecido.

– Quanto tempo tenho para concluir o curso?

  • O prazo de acesso está disponibilizado no campo “Metodologia” na aba descritiva de cada curso, variando de acordo com sua carga horária e é contabilizado após o envio dos dados via e-mail ao aluno.

– Não tenho tempo para assistir, posso prorrogar o acesso? 

  • Sim. O prazo sem custo adicional de prorrogação em caráter de cortesia é de 15 dias após o vencimento do acesso, através de solicitação ao nosso setor de suporte via e-mail suporte@portaldeauditoria.com.br.
  • Para prorrogação excedente aos 15 dias cortesia, considerar custo adicional de 15% do valor do produto adquirido, mediante pagamento de boleto bancário à vista.

– Gostaria de um certificado físico, é possível? 

  • Sim. Fornecemos certificados físicos entregues no endereço disponibilizado após a conclusão do curso e solicitação ao suporte.
  • A taxa de emissão e postagem é de R$49,50 e pode ser paga juntamente com o valor do curso ou posteriormente via boleto bancário à vista.


Dúvidas? Entre em contato conosco!


Coordenação EAD – Diego A. Bronquetti


Tel.:
 (41) 3068-6708 ou WhatsApp: (41) 9 9539-5859


E-mail:
 
contato@valortributario.com.br 


There is no ads to display, Please add some